12 de março de 2016

Treinamentos Personalizados para Grupos Especiais

Compreensão, avaliação, orientação, desenvolvimento e prescrição de atividades físicas congruentes com as necessidades, características biopsicossociais e especificidades de diferentes populações chamadas de grupos especiais, visando a melhora da expectativa e qualidade de vida.

Gestantes: 

Praticar exercícios físicos na gravidez traz uma série de benefícios para a mãe e para o bebê. A gestante adquire força e resistência e os incômodos do período, como dores nas costas, inchaço e prisão de ventre são amenizados. É importante ressaltar que nem todas as atividades são permitidas e o acompanhamento médico é indispensável. O objetivo é melhorar a qualidade de vida das grávidas com atividade física agradável e segura, que respeita a individualidade e o processo gestacional. Isso é muito importante em um período de alterações metabólicas e hormonais, que modificam a resposta aos exercícios. A atividade física é plenamente recomendada na gravidez e melhora a saúde tanto da mãe, quanto do feto.

Benefícios:

  • Melhora a circulação sanguínea;
  • Redução do inchaço;
  • Fortalecimento da musculatura abdominal;
  • Melhora a postura;
  • Contribui para o funcionamento do intestino;
  • Diminuição das dores lombares;
  • Melhoria da condição cardiopulmonar;
  • Melhora da circulação feto-placenta;
  • Controle do peso;
  • Prepara o corpo para o crescimento do bebê;
  • Facilita a recuperação pós-parto;
  • Qualidade de Vida.

As vantagens da atividade física durante a gestação se estendem ainda, aos aspectos emocionais, contribuindo para que a gestante torne-se mais auto-confiante e satisfeita com a aparência, eleve a auto-estima e apresente maior satisfação na prática dos exercícios.

 

 Obesos:

Em geral, os exercícios mais recomendados para obesos são os aeróbicos, como caminhar, correr, andar de bicicleta, nadar e dançar, pois apresentam um gasto calórico mais elevado. Como eles provocam uma queima maior de gordura corporal, esses exercícios acabam tendo um resultado mais eficiente e rápido na perda de peso. O principal cuidado que os obesos devem ter é respeitar suas características físicas e clínicas, considerando as capacidades e limitações do próprio corpo. O ideal é buscar ajuda profissional para fazer as avaliações necessárias.

Benefícios:

  • Melhora a qualidade de vida,
  • Queima de gordura;
  • Diminuição de Peso;
  • Prevenção de doenças (como diabetes, hipertensão e colesterol alto);
  • Melhora das funções cardíacas e pulmonares;
  • Conquista do bem-estar;
  • Controle da ingestão alimentar;
  • Redução do apetite;
  • O acompanhamento adequado reduz o risco de lesões e acentua os benefícios do exercício.

 

Idosos:

Existem cada vez mais evidências científicas apontando o efeito benéfico de um estilo de vida ativo na manutenção da capacidade funcional e da autonomia física durante o processo de envelhecimento. Uma das principais causas de acidentes e de incapacidade na terceira idade é a queda que geralmente acontece por anormalidades do equilíbrio, fraqueza muscular, desordens visuais, anormalidades do passo, doença cardiovascular, alteração cognitiva e consumo de alguns medicamentos. O exercício contribui na prevenção das quedas através de diferentes mecanismos:

  • Melhora da velocidade de andar
  •  Melhora do equilíbrio
  •  Aumento do nível de atividade física espontânea
  •  Melhora da auto-eficácia
  •  Contribuição na manutenção e/ou aumento da densidade óssea
  •  Ajuda no controle do Diabetes, artrite, Doença cardíaca
  •  Melhora da ingestão alimentar
  •  Diminuição da depressão
  • Fortalece a musculatura
  •  Melhora os reflexos
  •  Melhora a sinergia motora das reações posturais
  •  Melhora a velocidade de andar
  •  Melhora a flexibilidade
  •  Controle do peso corporal
  •  Melhora a mobilidade
  • Diminui o risco de doença cardiovascular

 

Cardíacos, diabéticos e hipertensos:

Fazer atividade física é uma ótima opção para quem precisa mudar de hábitos por causa da saúde. Pacientes com patologias como cardíacos, diabetes e hipertensão são indicados a fazer exercícios para controlar os problemas, mas o correto é encontrar o profissional de Educação Física apto a prescrever o treinamento ideal. Os ganhos vindos pelos exercícios são inúmeros:

  • Redução da pressão arterial
  • Melhoras da condição e da vascularização
  • Redução e Controle de glicemia
  • Aumento da sensibilidade à insulina
  • Emagrecimento
  • Melhora a força muscular
  • Aumenta a flexibilidade
  • Aumenta a capacidade física, facilitando a realização das tarefas diárias
  • Melhora o humor e aumenta a disposição, melhorando a qualidade de vida

O fortalecimento muscular também auxilia nessas variáveis, além de prevenir lesões, aumentar a massa muscular e, por consequência, aumentar o gasto energético.

 

Pós Cirurgico:

O educador físico deve ser procurado após a liberação do médico, atestado e exames.

Público Alvo

  • Todos

Instrutores

  • Pedro Miguel da Silva
  • Gabriela da Silva

Horários

  • Para informações sobre horários ligue: (48) 3245-1265.
Share